Hot! Especial Rock in Rio: Em conferência curta, Justin Timberlake fala sobre música, seu novo filme, as expectativas para o Rock in Rio

Justin Timberlake na coletiva de imprensa / Mari Oliver/ Focka

Justin Timberlake na coletiva de imprensa / Mari Oliver/ Focka

A conferência de imprensa do filme Aposta Máxima (“Runner, Runner, nome original em inglês) aconteceu neste sábado, 14, no Hotel Copacabana Palace, no Rio de Janeiro e teve duração de pouco mais de 20 minutos. Sorridente e cumprimentando os repórteres, Justin Timberlake chega e segue para sua mesa, onde pede um momento para organizar os gravadores e microfones. “Só um momento para eu organizar isso, porque o que faremos aqui vai ser incrível”.

Quando questionado sobre o que o motivou a participar do filme Aposta Máxima, Timberlake comenta: “Eu nunca estive em um filme assim. Eu gostei bastante do personagem e do dilema e li todo o script até optar por fazê-lo. É legal quando o personagem o desafia de certas formas, como nesse filme, que Richie é preso e espancado por um tempo. No script estava escrito ‘Richie é sequestrado’ e quando o diretor começou a falar como seriam as cenas… Bem, foi uma semana difícil de gravação“.

Sobre ter dado uma pausa de sete anos no mundo da música e se dedicado à atuação, Justin diz que se tivesse sentido que tinha feito boas canções nesses últimos anos ele as teria lançado, mas não foi o que aconteceu. Ainda sobre música Justin comenta: “O 20/20 experience é um álbum completo e único. O lançamento de março e de outubro fazem parte de um álbum só, tanto que o segundo é a ‘Parte 2 de 2’ e não apenas um relançamento. Eu cortei algumas músicas e não consegui cortar mais. Fazer um álbum com 10 músicas com 6 a 7 minutos é normal, mas colocar 20 músicas com 7 minutos em um álbum só é impossível, então tivemos que dividir.”

Sobre os próximos projetos: “Em outubro eu entrarei em turnê por um ano, então dificilmente eu farei um papel grande em algum filme. Nesse período o máximo que poderei fazer sobre a atuação é alguma participação especial, que não dure mais que algumas horas para gravar. Eu gosto de ir de projeto a projeto, não gosto de pensar que vou parar isso e começar aquilo. Não quero me forçar a ter um planejamento específico, gosto de levar as coisas naturalmente.”

Justin foi questionado se gostaria de visitar algum lugar no Brasil e ele afirmou ter interesse de visitar São Paulo, o que causou pequeno alvoroço entre os repórteres cariocas. “Gostei de vocês serem intensos e apaixonados. É como a briga que temos entre New York e LA”, comenta entre risadas.

Justin também é questionado se é um apostador como seu personagem no filme. “Eu não sei se sou um grande gambler (apostador) como Richie, porque nunca passei muito tempo jogando. Para mim, cada filme, música ou tempo que você passa no palco são apostas. Gambling é o estado de considerar o que tem valor pra você o que não tem, ou o que tem mais valor. Muitas coisas que tinham valor para mim antes com 22 anos não têm mais tanto valor, principalmente agora, que sou casado e com 32 anos”. “Certos passos de dança no palco são apostas, ainda mais com 32 anos.”, Justin brinca.

A respeito do Rock in Rio e a possibilidade de cantar músicas do ‘NSYNC “O show vai ser bom. Eu ainda não montei a setlist. Terei minha banda toda comigo. Vai ser muito divertido e se você não se divertir a culpa será sua,mas de certo não terá nenhuma música do ‘NSYNC na setlist. A apresentação do VMA foi um evento único e eu não cantarei ‘NSYNC neste show.”

Confira as fotos de Justin Timberlake:

Justin Tiberlake | Coletiva filme Aposta MaxímaAmpliar Galeria

Apoio: Canon Brasil

Deixe seu comentário

Já curtiu a página do Focka no Facebook? Curta agora ou atualize a página caso já tenha curtido.